Menu Principal
Portal do Governo Brasileiro
Logotipo do IPEN - Retornar à página principal

Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

Ciência e Tecnologia a serviço da vida

 
Portal > Biblioteca > Home > Quem Somos

QUEM SOMOS

 


BIBLIOTECA ESPECIALIZADA

TEREZINE ARANTES FERRAZ

                                   

  DADOS DA BIBLIOTECA                                                                                                 

  NOME: BIBLIOTECA TEREZINE ARANTES FERRAZ   

ENDEREÇO: Av. Prof. Lineu Prestes, nº 2242 Cidade Universitária- USP -
CEP: 05508-000
FONES: (0xx11) 2810-5544/5545
                (0xx11) 2810-1589
E-MAIL: bibl@ipen.br

ÁREA: 2.200m2, 1.300m2 destinados ao salão de leitura e disposição das coleções.


HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: 8:00 às 17:00 - 2a. a 6a. feiras
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO PARA VISITANTES: 9:00 às 16:30 - 2a. a 6a. feiras

HORÁRIO DE ATENDIMENTO PRESENCIAL, REDUZIDO, DURANTE A PANDEMIA: 3a. e 5a. das 9:00 às 16:00 H

ACERVO: (até 2021)

·Monografias: 15.802

- Dissertações e Teses (impressas e on-line) : 3.739 

· Normas Nacionais e Internacionais: 2525

 - Publicações correntes: 11 títulos especializados (on-line);

 · Coleção digital: 1676

   . Séries periódicas: 1.100 volumes;

   · Relatórios técnico-científicos digitalizados: 23.374 Texto completo DVD: 90.000

   . Trabalho da Produção Científica do IPEN: – Repositório Digital 30.100 documentos

    . Acesso eletrônico - Todos os títulos de periódicos da CAPES, SCIELO, SIBI/USP

    · Acesso às Bases de dados on-line especializadas: INIS, NEA DATA BANK, e mais todas as bases disponíveis na            CAPES e no SIBI -USP,

PARTICIPAÇÃO EM SISTEMAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS DE INFORMAÇÃO:

·Unidade participante da rede de bibliotecas da CNEN.

 Unidade participante da base da Produção Técnico-Científica e Artística da USP (teses digitais);

·Unidade participante da base de dados International Nuclear Information System (INIS);


SERVIÇOS DISPONÍVEIS

·consulta on-line livre via Internet ao catálogo das coleções;

·atendimento de usuários presencial e via eletrônica;

·provimento de material bibliográfico via Sistemas de Comutação Nacionais e Internacionais;

·empréstimo local e interbibliotecas;

·auxílio na realização de pesquisas em bases de dados nacionais e internacionais;

·depósito das dissertações e teses produzidas no Programa de PG do IPEN na Biblioteca Digital de Teses da USP;

·orientação na padronização da estrutura e normatização de citações e referências bibliográficas das dissertações e teses;

·amplas instalações mobiliadas apropriadamente para estudo com disponibilidade de wi-fi;

·acesso à coleção de periódicos, bases de dados e e-books por meio da Rede CAFe;

·disponibilidade de acesso via EDUROAM.  

- Acesso ao sistema SIBI-USP para alunos de PG, via VPN 

 LIVRE ACESSO O REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL (RD), inaugurado em 2015

·coleta, obtenção, depósito divulgação e preservação dos trabalhos da Produção Científica dos pesquisadores do IPEN

·produção de estatísticas da PC para elaboração dos indicadores científicos anuais solicitados pelos diversos órgãos de  Gestão: Plano Diretor do IPEN, para o MCTI, para CNEN/RJ e para os Órgãos de fomento à pesquisa.

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS DAS COLEÇÕES DA BIBLIOTECA

Com o objetivo de atualizar o sistema informatizado iniciado em 1976 com a adoção do software italiano Integrated Library System(ILS) foram efetuadas duas grandes migrações nas coleções bibliográficas. Em 1992 foi efetuada a primeira migração do sistema e passou a utilizar o software MICROISIS. Em 2002 o sistema foi migrado pela segunda vez para a interface PHL atualmente em uso.

A coleção de livros

O acervo da Biblioteca esta organizado em coleções. O processamento técnico da coleção chamada LIVRO mantém as normas do programa original ILS (1976), bastante semelhante ao formato MARC, porém com a vantagem de permitir a recuperação via eletrônica sem precisar da confecção de fichas impressas. Nessa coleção podem ser encontrados materiais, como livros, teses, proceedings de conferências, normas; para a localização nas estantes utilizamos a classificação decimal CDU; o padrão para descrição dos dados é do próprio ILS. Para a catalogação dos dados adota-se a AACR2. Para indexação do material bibliográfico utiliza-se o Thesaurus do INIS, padrão internacional de vocabulário na área nuclear o qual facilita o intercâmbio com instituições congêneres. A partir de 2009 todas as dissertações e teses elaboradas no Programa de Pós-graduação do IPEN, estão disponíveis on-line. A partir de 2011 foi iniciada a Coleção Digital, composta de e-books, provenientes, principalmente da International Atomic Energy Agency - IAEA, literatura especializada na área nuclear. A coleção de livros é atualizada periodicamente graças aos recursos outorgados pelo Programa FAP-livros da FAPESP, ou de acordo com a disponibilidade orçamentaria do IPEN.

A coleção da Produção Científica

A base de dados denominada Produção Técnico Científica–PTC iniciada em 1976, reúne todos os trabalhos científicos produzidos pelos pesquisadores do IPEN, desde a criação do Instituto, até hoje. Inicialmente adotou o padrão internacional do INIS para apresentação dos dados. Trata-se de uma base preparada via campos específicos para fornecer, além do registro e da pesquisa bibliográfica, indicadores para a área de Gestão. O fator diferencial da base diz respeito à indexação de cada documento via vocabulário controlado do Thesaurus INIS. Em 2007, foi elaborada uma interface para coleta desses trabalhos. Denominada PTC digital  utilizada plos pesquisadores e paraa efetuar o auto depósito dos seus trabalhos, texto completo, para compor a base de dados, recurso disponível  de forma contínua via Intranet, iniciando-se assim a fase da biblioteca digital da Produção Tecnico Científica

Em 2015  objetivando atualizar e otimizar o processo de Gerenciamento da Produção Cientifica foi criado o Repositório Institucional (RD), adotando o software DSPACE para gerenciamento do RD. O repositório foi inaugurado com 20.600 documentos, teses, artigos, livros  e assim por diante. O RD foi preparado, via metadados, para fornecer dados numéricos para os diversos setores de Gestão Institucional tais como o Plano Diretor de gestão institucional, a Página do pesquisador e assim por diante. Em Dezembro de 2019 contabiliza 26.000 documentos.

A coleção de Publicações Periódicas

O catálogo de SERIADOS foi elaborado, inicialmente, pelo programa SECS da BIREME até 2006 quando foi adotada a interface do PHL. Composto inicialmente por 800 títulos de periódicos especializados na área nuclear e ciências afins, a coleção foi sofrendo reduções progressivas devido principalmente as restrições orçamentárias e ao alto custo das assinaturas. Durante 6 anos na década de 90, a manutenção da coleção foi subsidiada pelos programas nacionais de auxílio bibliográfico. A partir de 2000, devido principalmente ao avanço da Tecnologia de informação os periódicos iniciaram gradualmente à substituição de mídia de consulta. Em alguns casos as assinaturas foram substituídas pelo acesso on-line via FAPESP - Programa Probe e posteriormente via CAPES. Em outros foi mantida assinatura impressa mais a consulta on-line. A partir de 2010, o IPEN mantém somente a assinatura dos periódicos altamente especializados que não se encontram disponíveis em nenhum outro sistema nacional. Os usuários dispõem da consulta on-line a todos os títulos da CAPES. Em junho de 2002 foi estabelecido um convênio entre o IPEN e a USP os usuários obtiveram livre acesso a todas as coleções disponíveis no Sistema de Bibliotecas da USP (Sibi - USP). Em 2014 após a aderência do IPEN à rede CAFe, a comunidade científica do IPEN foi beneficiada no sentido de dispor de mais uma alternativa para acesso as coleções da CAPES. A coleção remanescente de títulos impressos continua sendo gerenciada pela interface do PHL.

Coleção de Relatórios técnico-científicos

Outra coleção de significativa importância na Biblioteca é a de Relatórios Técnico-Científicos. Trata-se de literatura não convencional, peculiar da área nuclear . Publicados inicialmente em forma de microficha, em 1997 os relatórios passaram a ser publicados pela IAEA, texto completo em CD-ROM. A partir de 2008 a maior parte desses relatórios se encontra disponível, texto completo  na base INIS da IAEA. Em 2010 a International Atomic Energy Agency finalizou a digitalização de todos os relatórios dos países membros, entre eles o Brasil e os disponibilizou para os países de origem em DVD. A biblioteca do IPEN solicitou e recebeu todos os arquivos em  pdf , anteriormente disponíveis em microficha. Atualmente a coleção RELATÓRIOS na biblioteca do IPEN encontra-se disponível para consulta de forma híbrida, com 25.000 documentos impressos e mais 300 mil arquivos em pdf. Em 2013 a coleção de microfichas foi deletada e reciclada, devido à substituição de suporte (DVD) e principalmente devido ao alto grau de degradação irreversível do material. Atualmente estão disponíveis 300.000 documentos texto completo em um HD externo ,   disponível para consulta restrita à comunidade do IPEN.

 

 

 

Eventos