Menu Principal
Portal do Governo Brasileiro
Logotipo do IPEN - Retornar à página principal

Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

Ciência e Tecnologia a serviço da vida

Portal > Institucional > Notícias > Clipping de Notícias

Entidades científicas lançam manifesto contra possível troca em ministério

Fonte: Folha de S. Paulo

FLÁVIA FOREQUE
DE BRASÍLIA

Dez entidades ligadas à ciência e tecnologia divulgaram nesta quarta-feira (30) um "manifesto de vigília" diante de possível troca no comando do Ministério de Ciência e Tecnologia.

A pasta, hoje comandada por Aldo Rebelo (PCdoB), deve ser oferecida ao PSB, como forma de garantir o retorno da legenda à base do governo. Na manhã de hoje, a presidente Dilma Rousseff se reuniu com os três governadores do partido e pediu apoio do PSB em votação de vetos presidenciais no Congresso Nacional.

"O Sistema [Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação] não suporta mais alterações frequentes na gestão do Ministério, com repercussões em programas e políticas estratégicas", afirma a nota assinada por instituições como SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), ABC (Academia Brasileira de Ciências) e Andifes (associação de reitores das universidades federais).

O texto afirma ser "imperativo" evitar a "instabilidade e descontinuidade das ações estruturantes" adotadas pela pasta.

Ex-ministro do Esporte, Aldo Rebelo assumiu a pasta de Ciência e Tecnologia em janeiro deste ano. Ele substituiu Clelio Campolina Diniz, ex-reitor da Universidade Federal de Minas Gerais, que estava no cargo há nove meses.

*

Leia a a íntegra do documento:

As instituições representativas do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação constituídas pelos setores acadêmico, tecnológico, empresarial, sociedade civil organizada, bem como secretarias estaduais de ciência e tecnologia e fundações de amparo à pesquisa, reunidas hoje, em Brasília, declaram-se em estado de vigília pela preservação da agenda de ciência, tecnologia e inovação, que possibilite o desenvolvimento econômico e social com sustentabilidade, consistência, competitividade e capacidade de autodeterminação para toda a nação.

É imperativo que seja evitada a instabilidade e a descontinuidade das ações estruturantes em andamento e aquelas pactuadas com o governo federal, por intermédio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). O Sistema não suporta mais alterações frequentes na gestão do Ministério, com repercussões em programas e políticas estratégicas.

Brasília, 30 de setembro de 2015

Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)
Academia Brasileira de Ciências (ABC)
Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação (ABIPTI)
Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (ANPROTEC)
Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (ANPEI)
Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (ABRUEM)
Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES)
Associação Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (FORTEC)
Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP)
Conselho Nacional de Secretários para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (CONSECTI)


Eventos