Menu Principal
Portal do Governo Brasileiro
Logotipo do IPEN - Retornar à página principal

Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

Ciência e Tecnologia a serviço da vida

Portal > Institucional > Notícias > Em Foco

Anúncio do Prêmio IPEN de Inovação Tecnológica e homenagens marcaram as comemorações dos 63 anos do Instituto

No primeiro dia do evento, 29 de agosto, foram apresentados os projetos concorrentes ao Prêmio e os destaques institucionais em Pesquisa, Projeto e Ciência. Em 30 de agosto, foi anunciado o projeto vencedor, relacionado à área da Saúde, e realizadas várias homenagens

A abertura das celebrações do 63º aniversário de fundação do IPEN, na tarde de 29 de agosto, já indicava a renovação pela qual o instituto passa. Pela primeira vez em sua história, a participação feminina na formação do Conselho Técnico Administrativo (CTA) do Instituto, foi marcante. Isolda Costa, coordenadora de Pesquisa, Desenvolvimento e Ensino, Katia Cristina Iunes Minasian Santos, coordenadora de Administração e Infraestrutura e Tereza Cristina Salvetti, respondendo pela coordenadoria de Planejamento e Gestão demonstravam com suas presenças ser o IPEN uma instituição plural e inovadora. Participaram também da abertura os coordenadores de Produtos e Serviços, Jair Mengatti, de Segurança, Antonio Teixeira e Silva e o diretor do Instituto, Wilson Calvo que abriu os pronunciamentos.

Em sua apresentação "IPEN em Números”, Isolda Costa expôs sobre os principais resultados alcançados pelo Instituto no último ano. Na sequência, Anderson Zanardi, do Centro de Lasers e Aplicações, apresentou o Destaque em Pesquisa, a aquisição do equipamento SNOM (do inglês Near-field Scanning Optical Microscopy) que permite mapear o interior de uma molécula com resolução sub-nanométrica. Zanardi será o coordenador do equipamento multiusuário, o terceiro no mundo, e que será instalado no IPEN em 2020.

O Destaque em Projeto foi apresentado pela gerente do Centro de Tecnologia das Radiações (CETER), Margarida Mizue Hamada. O projeto e construção de uma unidade móvel para o tratamento de efluentes industriais e domésticos por feixe de elétron também foi vencedor na categoria "Tecnologias Nucleares para uma vida melhor” no 11th International Forum ATOMEXPO 2019, em abril deste ano em Sochi, Rússia.

A trajetória da física Linda Caldas na área de metrologia das radiações ionizantes foi indicada para a categoria Destaque na Ciência. Caldas foi classificada como uma das Pioneiras da Ciência pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ), em dezembro de 2018 e atualmente trabalha no Centro de Metrologia das Radiações, após anos no cargo de coordenadora de Segurança. 

"Foi uma grande surpresa para mim a indicação do meu nome para esta homenagem durante as festividades do aniversário do IPEN. Eu me senti muito feliz, honrada e agradecida! Considero que meus colegas, colaboradores, ex-alunos e alunos foram homenageados juntamente, pois tudo que foi realizado devo a eles também. Além disso, senti que a homenagem foi, em parte, um reconhecimento da pesquisa realizada em Metrologia das Radiações e da importância dessa área para o IPEN”, relatou Caldas.

Anúncio do Prêmio IPEN de Inovação Tecnológica

No dia 30 de agosto, iniciou-se o evento com o anúncio e entrega do "VI Prêmio IPEN de Inovação Tecnológica” feitos por Isolda Costa, da Coordenadoria de Pesquisa Desenvolvimento e Ensino (CODPDE). O projeto ganhador foi o "Desenvolvimento de kits de Nanopartícula de Albumina para Linfocintilografia e Estadiamento de Linfonodo Sentinela em Câncer de Mama” , coordenado pelo pesquisador Ademar Benévolo Lugão, do Centro de Química e Meio Ambiente (CEQMA) e com a participação dos pós-doutorandos Gustavo Varca e Lucas F. de Freitas e o doutorando Aryel Heitor Ferreira. "A gente fica com a sensação de missão cumprida”, disse Lugão.  A linha de pesquisa está em consonância com o desenvolvimento de novos radiofármacos para uso em medicina nuclear.

"O objetivo do Prêmio é reconhecer, premiar e divulgar pesquisas e projetos que apresentem forte caráter de Inovação Tecnológica nas áreas prioritárias da instituição e, além disso, incentivar a geração de talentos em pesquisas acadêmicas e tecnológicas que visem o mercado”, informou Isolda Costa.

Menções Honrosas e Pesquisador Emérito

Participaram da mesa de honra o Brigadeiro Maurício Pazini Brandão, diretor regional Sul-Sudeste do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC); Madison Coelho de Almeida, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Comissão Nacional de Energia Nueclear (CNEN); o secretário executivo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o médico Américo Sakamoto, representando a responsável pela pasta, Patrícia Ellen da Silva; o diretor de Desenvolvimento Nuclear da Marinha, Contra-Almirante (EM) Guilherme Dionízio Alves, representando o Vice-Almirante Noriaki Wada, diretor do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP), a diretora da Escola Politécnia da USP, Liedi Bernucci, representando o reitor,Vahan Agopyan e o diretor do IPEN, Wilson Calvo.

Foram homenageados os servidores com 20, 30, 35, 40 e 50 anos de trabalho no IPEN com a entrega de Diplomas de Honra ao Mérito, representados por um servidor de cada categoria.

Neste ano, o CTA decidiu homenagear com Menções Honrosas a Jair Mengatti, coordenador de Produtos e Serviços (COPRS) e Willy Hoppe de Sousa, ex - coordenador de Planejamento e Gestão (COPLG).

O grande homenageado da data foi o engenheiro químico Marcelo Linardi que recebeu o título de Pesquisador Emérito do IPEN 2019 por sua contribuição excepcional à pesquisa na área de células a combustível e por sua atuação inovadora e emblemática na gestão de Pesquisa, Desenvolvimento, Ensino e Inovação.

Linardi iniciou no IPEN no final dos anos 1990 com pesquisas na área de materiais, focando células a combustível e hidrogênio. A importância de suas realizações científicas e do grupo de pesquisadores e técnicos que formou permitiu a criação do Centro de Células a Combustível (CECCO), do qual foi gerente por quatro gestões sucessivas. A partir de 2014, assumiu a coordenação da COPDE e, com uma condução ágil e participativa, foi o responsável por um processo de renovação que permitiu à Instituição uma série de êxitos. Aposentou-se no final de 2018, mas continua como colaborador em diversas atividades.

Fábio Coral Fonseca, gerente do CECCO, exortou as qualidades de pesquisador e gestor de Linardi em um discurso emocionado e poético que ressaltou o caráter transgressor do homenageado. Em seu discurso contundente de agradecimento, na presença da família e de uma plateia que lotou o auditório do IPEN, Linardi exortou a liberdade de pensamento, defendeu a necessidade de uma política adequada para a Ciência, Tecnologia e Inovação e a urgência na defesa do meio ambiente e dos avanços conquistados pelas minorias.

Após o encerramento, os homenageados e demais convidados participaram de uma confraternização no Espaço Cultural Prof. Marcello Damy.

Rafaelle Pereira, estagiária, com supervisão da Comunicação Institucional

Galeria de Imagens