Menu Principal
Portal do Governo Brasileiro
Logotipo do IPEN - Retornar à página principal

Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

Ciência e Tecnologia a serviço da vida

Portal > Institucional > Sobre o IPEN > Quem Somos > Histórico > Fotos históricas

Galeria de imagens do Ipen

Construção, Instalação e Inauguração do reator IEA-R1
(para ampliar a imagem, clique sobre a figura desejada)


Arquivo Ipen

Assinatura do contrato para aquisição do Reator Nuclear de Pesquisa IEA-R1 pela Comissão De Energia Atômica do CNPq, em 1955. O Prof. Dr. Marcello Damy de Souza Santos, fundador do Ipen, é o primeiro, da esquerda para a direita, na cabeceira da mesa.


Arquivo Ipen

Concretagem lateral de uma das paredes do edifício do IEA-R1. À esquerda, o engenheiro supervisor da Babcock & Wilcox e à direita, Dr. Eva Wanda Cibulska do Grupo de Física de Reatores do então IEA, hoje Ipen.


Arquivo Ipen

Vista da armação de laje do fundo da piscina e chapas de aço carbono utilizadas para evitar vazamento através das paredes da piscina do reator. Essas chapas foram posteriormente concretadas no interior nas paredes (1957).


Arquivo Ipen

No saguão que abrigaria a piscina do IEA-R1, da esquerda para a direita, Eng. Claude Cardwell, Prof. Dr. Fausto Valter de Lima e Dra. Eva Wanda Cibulska, em 1957.


Arquivo Ipen

No primeiro plano, a superfície da piscina onde se encontra o reator nuclear IEA-R1. À esquerda Prof. Dr. Fausto Walter de Lima e o Dr. Paulo Saraiva de Toledo.


Arquivo Ipen

A sólida fachada do prédio que abriga o Reator IEA-R1, em 1957, ano em que iniciou sua operação.


Arquivo Ipen

Salão onde se realizariam os experimentos em Física Nuclear, em 1957. À esquerda o Dr. Fausto Walter de Lima e à direita o engenheiro supervisor da firma americana Babcock & Wilcox. Ao fundo, as portas de acesso aos tubos colimadores de nêutrons, que permitem a realização de experimentos em Física Nuclear.


Arquivo Ipen

Primeira calibração dos monitores de área, no primeiro andar do edifício do reator IEA-R1. À esquerda, Dr. Wilma Sonia Hehl e o Eng. Carlos Rodrigues Pereira.


Arquivo Ipen

O Presidente Juscelino Kubitschek inaugura o Reator Nuclear IEA-R1, em 25 de janeiro de 1958, sob o olhar do então Governador do Estado, Jânio Quadros e do Diretor do Instituto, Dr. Marcello Damy de Souza Santos.


Arquivo Ipen

Equipe de operação, em 1958, chefiada pelo Dr. Paulo Saraiva de Toledo, na sala de Controle do IEA-R1. Um ano e 16 dias após o início das obras, o reator IEA-R1 entrou em operação.


Ciclo do Combustível Nuclear



Arquivo Ipen

Prof. Dr. Fausto Walter de Lima e Dr. Alcídio Abrão, em 1960, quando se iniciavam os processos de purificação do urânio, uma das fases do ciclo do combustível nuclear.


Arquivo Ipen

Colunas de troca iônica, no primeiro plano e tanques de alimentação, no segundo plano, no início dos anos 60, em uma das fases do ciclo do combustível nuclear, com objetivo de purificar o urânio.


Arquivo Ipen

Recepção das soluções purificadas após a passagem pelas colunas iônicas, no início dos anos 60, em uma das fases do ciclo do combustível nuclear.


Arquivo Ipen

No início dos anos 60, numa das fases do ciclo do combustível nuclear, a queima do Diuranato de Sódio. O operador é devidamente protegido contra ingestão de material uranífero e o local é isolado do restante da usina.


Arquivo Ipen

Dr. Alcídio Abrão, ao centro, no início da construção do segundo prédio da Engenharia Química, em 1972.


Processamento e produção de radiofármacos

Arquivo Ipen

O Ipen iniciou a produção de radiofármacos no Brasil em 1959. Na foto, células para processamento de radiofármacos no início dos anos 70.


Arquivo Ipen

Inauguração das instalações do Centro de Radiofarmácia do Ipen, em 1976.


Arquivo Ipen

O então governador Laudo Natel (esq.) visita as instalações para processamento de radiofármacos na inauguração dos prédios do Centro de Radiofarmácia, em 1976. No primeiro plano, à direita: Rômulo Ribeiro Pieroni, superintendente do Ipen e Constância Pagano G. da Silva, responsável pela área.


Arquivo Ipen

Inauguração das instalações do Centro de Radiofarmácia do Ipen em 1976. Da esq. para a dir.: Hervásio G. de Carvalho, presidente da CNEN; Laudo Natel, governador de S. Paulo; Cosntância P.G. da Silva, do Ipen e Hernani A. L. de Amorim.


Arquivo Ipen

Visão exterior de um dos prédios do Centro de Radiofarmácia do Ipen, durante inauguração em 1976.


Arquivo Ipen

Constância G. P. da Silva (dir.) entrega amostra de Tálio, radiofármaco para uso médico, ao presidente João Baptista Figueiredo, durante visita ao Ipen em 10 de outubro de 1984. Presentes também o então governador de S. Paulo, André Franco Montoro (centro) e o presidente da CNEN, Rex Nazaré Alves (esq.).

Arquivos e documentos


Contrato assinado na época (04/08/2014)

Galeria de Imagens



Leia também as matérias relacionadas