Menu Principal
Portal do Governo Brasileiro
Logotipo do IPEN - Retornar à página principal

Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

Ciência e Tecnologia a serviço da vida

Portal > Institucional > Notícias > Clipping de Notícias

Fundação Padre Albino Adquire Acelerador Linear Para Hospital do Câncer de Catanduva

Equipamento deverá ser entregue em aproximadamente seis meses

Fonte: O Regional

Da Reportagem Local
A Fundação Padre Albino adquiriu um equipamento para a radioterapia. O aparelho é o acelerador linear. O contrato foi assinado na última quinta-feira, em São Paulo, na subsidiária brasileira da Varian Medical System Inc. Estiveram presentes o presidente da Diretoria Administrativa, José Carlos Rodrigues Amarante, o gerente do Centro de Serviços Compartilhados (CSC) da Fundação, Reginaldo Donizete Lopes, e do gerente de serviços de saúde do Hospital Emílio Carlos, Benedito Carlos Rodrigues.

O contrato de compra do aparelho foi assinado no valor total de $1.017 (um milhão e dezessete mil dólares), sendo $900.000 (novecentos mil dólares) do acelerador linear e $117.000 (cento e dezessete mil dólares) do Portal Vision, acessório ao equipamento.

O acelerador linear será fabricado nos EUA e deverá ser entregue em aproximadamente seis meses. "O acelerador linear será fabricado nos Estados Unidos e embarcado para o Brasil. Chegando ao Brasil há os trâmites de desembarque, alfândega, transporte para Catanduva, instalação, treinamento do pessoal técnico, vistoria e liberação pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN)”, explicou Amarante.

De acordo com Amarante, assim que liberado pela CNEN, o Serviço de Radioterapia já pode funcionar imediatamente, atendendo pacientes particulares e de convênios e a Fundação Padre Albino cuidará do credenciamento junto ao Ministério da Saúde para atendimentos pelo SUS.

"Graças a ajuda da população de Catanduva e região, que vem colaborando desde o lançamento da campanha de captação de recursos em fevereiro de 2016, a Fundação Padre Albino pode dar contrapartida de $277.000 (duzentos e setenta e sete mil dólares), que foram somados aos $740.000 (setecentos e quarenta mil dólares) liberados pelo Governo Federal, através do Ministério da Saúde, o que possibilitou a compra de um aparelho de última geração, "top de linha”, comemorou Amarante.

O presidente da Diretoria Administrativa citou os apoios recebidos como o do então deputado Geraldo Vinholi, que por meio de emenda ao Governo do Estado destinou R$ 1.500.000,00 para a construção das instalações do Serviço de Radioterapia, e da deputada Beth Sahão, que fez gestões junto ao Ministério da Saúde para a liberação da verba para o equipamento. Com o Serviço de Radioterapia, a Fundação Padre Albino fecha o ciclo de atendimento oncológico, o que vai propiciar a instalação do Hospital de Câncer de Catanduva. "Estamos credenciados na Rede Hebe Camargo, que só aceita instituições que fazem o ciclo completo – cirurgia, quimioterapia, radioterapia e tratamento oncológico ambulatorial. Com isso, os pacientes de Catanduva e região não precisarão mais ir a Barretos, Rio Preto ou Jaú para tratamento”, esclareceu Amarante. Ainda em São Paulo, Amarante esteve com o secretário da saúde Davi Uip para tratar da liberação dos R$ 2 milhões solicitados ao Estado para término, em audiência marcada pelo deputado Marco Vinholi. Também participaram da audiência a diretora de saúde da Diretoria Regional de Saúde/DRS-XV/São José do Rio Preto, Cláudia Monteiro Ferrazzi Ferreira, o presidente da Câmara de Catanduva, Ari Enfermeiro e o ex-vereador Julinho Ramos.

Eventos