Menu Principal
Portal do Governo Brasileiro
Logotipo do IPEN - Retornar à página principal

Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

Ciência e Tecnologia a serviço da vida

Portal > Institucional > Notícias > Clipping de Notícias

Brasil faz acordo com a ONU contra ameaça de terrorismo nuclear durante Rio-2016

Fonte: UOL

O Brasil está se preparando para manter-se distante das ameaças de terrorismo nuclear durante os Jogos Olímpicos do Rio-2016. Para isso, contará com o apoio da AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica das Nações Unidas) no fornecimento de equipamentos e com profissionais de segurança na área.

A agência da ONU (Organização das Nações Unidas) vai manter-se vigilante quanto a eventuais emergências nucleares ou radiológicas que possam interferir no andamento dos Jogos Olímpicos e no bem estar dos turistas que estarão no Brasil. Além disso, cederá instrumentos de detecção de radiação para verificação de estádios e instalações esportivas, e apoio técnico no uso desses instrumentos e o compartilhamento de informações envolvendo tráfico ilícito e atividades não autorizadas de materiais radioativos.

O acordo foi assinado na semana passada no Rio de Janeiro, com Khammar Mrabit, diretor da divisão de segurança nuclear da AIEA, e Renato Machado Cotta, presidente da CNEN (Comissão Nacional de Energia Nuclear) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

A AIEA já contribuiu em outras edições dos Jogos Olímpicos, como em Pequim-2008, onde a ameaça de ataques terroristas era muito maior do que no Brasil. A agência também atuou na segurança de recentes grandes eventos esportivos em território nacional: nos Jogos Pan-Americanos do Rio-2007, na Copa das Confederações-2013, na Copa do Mundo Fifa-2014.

A agência tem como uma de suas principais atribuições prevenir e responder a sabotagens, uso não-autorizado ou transferência ilegal ou outros atos dolosos que envolvam material nuclear e substâncias radioativas.

 

Eventos