Menu Principal
Portal do Governo Brasileiro
Logotipo do IPEN - Retornar à página principal

Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

Ciência e Tecnologia a serviço da vida

Portal > Institucional > Notícias > Clipping de Notícias

Tempos de crise no setor da energia nuclear

A energia nuclear não emite gases efeito estufa, no entanto, seu futuro é incerto nos países desenvolvidos

Fonte: site Opinião e Notícia

A queda nos preços das commodities nos Estados Unidos e na Europa está ameaçando o futuro da energia nuclear, já abalado pelo desastre nuclear de Fukushima Dai-ichi em 2011, no Japão. A revolução do gás de xisto nos EUA, o suprimento crescente de energia renovável subsidiada na Europa e a demanda menor de energia elétrica em ambos os lugares diminuíram drasticamente os preços no mercado atacadista de energia.

Nesse contexto, muitas usinas de energia nuclear estão com dificuldade de cobrir os custos de funcionamento e, em consequência, os donos têm sido obrigados a fechá-las. Ironicamente, em um momento em que os países do mundo inteiro estão se comprometendo em diminuir as emissões de carbono, o encerramento das atividades das usinas nucleares tem com frequência provocado a queima de mais combustíveis fósseis. Além disso, a capacidade da energia renovável não soluciona o problema; na ausência do vento e do sol, a energia nuclear ainda é a melhor fonte de energia com um baixo nível de emissão de carbono "baseada” na eletricidade.

O fechamento de usinas nucleares nos dois lados do Atlântico representa um duro golpe para um setor que durante anos anunciou a perspectiva de um "renascimento nuclear”, com base nos méritos do fornecimento de energia em larga escala e com baixo teor de carbono. Esse fato mostra como os governos ocidentais têm hesitado em seu apoio à tecnologia e preferiram investir no subsídio das energias renováveis, em vez de definir um preço real para as emissões de carbono, que prejudicaria mais os combustíveis poluentes como carvão e gás e, portanto, incentivaria o uso da energia nuclear.

O encerramento das atividades das usinas nucleares também mostra como as ONGs ambientalistas, muitas das quais foram criadas para fazer oposição ao uso militar e civil da energia atômica, têm influenciado a discussão sobre energia nuclear. Muitas ONGs ainda veem a energia nuclear como um vilão semelhante ao aquecimento global.


Eventos