Menu Principal
Portal do Governo Brasileiro
Logotipo do IPEN - Retornar à página principal

Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

Ciência e Tecnologia a serviço da vida

Portal > Institucional > Notícias > Em Foco

IPEN comemora 61 anos com programação diversificada

As atividades concentram-se nos dias 30 e 31 de agosto no auditório instituto e contarão com apresentações técnicas, homenagens e anúncio do Prêmio IPEN de Inovação Tecnológica

Homenagens a servidores aposentados e ativos, apresentação dos destaques do ano nas categorias "Pesquisa” e "Projeto” e dos indicados ao IV Prêmio IPEN de Inovação Tecnológica são as atrações nesta quarta-feira, 30, primeiro dia de comemorações do 61oaniversário do Instituto, a partir das 14h, no auditório Rômulo Ribeiro Pieroni. A abertura solene será feita pelo Dr. Wilson Calvo, superintendente.

A novidade este ano é a homenagem a servidores ativos com 20, 30 e 35 de casa, que receberão certificados, além da tradicional deferência aos que completam quatro décadas de atuação no Instituto. O servidor mais antigo também será homenageado: Pedro Mariano, vinculado à Diretoria de Infraestrutura, ingressou no IPEN em 2 de janeiro de 1969 – somando 48 anos dedicados ao trabalho.

O "Destaque IPEN em Pesquisa" ficou para a Dra. Elaine Bortoleti de Araújo, do Centro de Radiofarmácia (CR), que fará uma apresentação sobre "Desafios atuais no desenvolvimento de novos radiofármacos no IPEN". O "Destaque IPEN em Projeto" será apresentado pelos pesquisadores Dr. Paulo de Tarso D. Siqueira e Dr. Luiz Antônio Albiac Terremoto, do Centro de Engenharia Nuclear (CEN). Eles falarão sobre "Caracterização do inventário de radionuclídeos em rejeitos de baixa e média atividade", encerrando as atividades do dia 30, voltada para a comunidade do Insituto.

Na quinta-feira, 31, pela manhã, segundo e último dia de comemorações, será apresentado pela Dra. Elita Urano, gerente do Centro do Combustível Nuclear (CCN), às 10h30, o primeiro elemento combustível do Reator IPEN/MB-01. À tarde, a partir da 14h, no auditório do Instituto, haverá assinatura de Acordo de cooperação acadêmica e técnico-científico firmado entre IPEN e Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Esse Acordo tem como objetivo o desenvolvimento de conjunto de projetos de pesquisa, avaliação e eficácia, segurança e aprimoramento de radiofármacos para uso clínico, treinamento e qualificação de profissionais de Medicina Nuclear e Radiofarmácia. "Este convênio é o primeiro de uma série que já estamos articulando com outras instituições”, adiantou Marcelo Linardi, diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Ensino do IPEN.

Em seguida, um dos momentos mais esperados: anúncio do ganhador da quarta edição do Prêmio IPEN de Inovação Tecnológica, com entrega de troféu e cheque simbólico de R$ 100 mil e a exibição do vídeo explicando o projeto vencedor.

Este ano, o IPEN indicou dois pesquisadores como Pesquisadores Eméritos, Dr. Rajendra Narain Saxena, hoje voluntário do Centro do Reator de Pesquisas (CRPq), e Dr. José Antônio Diaz Dieguez, aposentado. Eles serão homenageados com vídeo sobre suas trajetórias, com depoimentos de colegas e familiares.

Às 16h, encerrando as comemorações, o Dr. Wilson Calvo, pelo IPEN, e Alcides Geraldes Braga, pela empresa TRUCKVAN, assinam acordo do projeto "Unidade Móvel com Acelerador de Elétrons para tratar e reciclar efluentes industriais e descontaminação ambiental”.

Premiação – É grande a expectativa para o resultado do IV Prêmio IPEN de Inovação Tecnológica. Este ano, seis projetos concorrem, sendo dois do Centro de Tecnologia das Radiações (CTR), dois do Centro de Ciência e Tecnologia de Materiais (CCTM), um do Centro de Biotecnologia e um do Centro do Reator de Pesquisas (CRPq).

Pelo CTR, concorrem as pesquisadoras Dra. Maria Elisa C.H. Rostelato e Dra. Solange Kazumi Sakata. Pelo CCTM, Dr. Maurício D.M. das Neves e Dr. Ricardo M. Leal Neto. Pelo CB, Dr. Patrick Jack Spencer e pelo CRPq, Dra. Cibele B. Zamboni.Os critérios para a escolha foram viabilidade técnica e comercial, originalidade, relevância, clareza e apresentação.

Cibele Zamboni concorre com o propjeto "Procedimento alternativo para realização de exames clínicos utilizando espectrômetro portátil de Fluorescência de Raios X". Ela diz que o objetivo da proposta é "disponibilizar um equipamento portátil e de fácil transporte, associado a um procedimento eficaz, rápido e de baixo custo para prática clínica (dosagem de íons)".

"Vamos apresentar medidas concretas que possam ser implantadas na área da saúde, no que diz respeito a realização de exames clínicos, gerando melhorias na qualidade de vida de populações desprovidas de laboratórios clínicos", conclui Cibele.

Patrick Spencer submeteu o "Rumo a um soro antielapídico panamericano". Sua expectativa é de que a proposta está competitiva, assim como, acredita, estão todas as concorrentes.

Solange Sakata  fala de sua expectativa de que o prêmio incentive a pesquisa das válvulas de pericárdio bovino em estudo, que, segundo ela, "já demonstraram ser mais resistentes devido ao óxido de grafeno e que no futuro possa ser disponibilizado para a área médica". O projeto - Utilização do nanocompósito a base de óxido de grafeno incorporado ao pericárdio bovino empregado em dispositivos cardiovasculares - tem sido desenvolvido em colaboração com os pesquisadores e médicos do Incor.

"A realidade de seus benefícios à sociedade está bem clara, já que válvulas mais resistentes duram mais e portanto os pacientes não precisam no novas intervenções cirúrgicas e diminuiriam ainda os gastos médicos", afirmou.

 "​Nossa expectativa quanto ao prêmio é grande, apesar ​- ou talvez até por isso​ - do tipo de pesquisa​, elaboração de um software com proposta didática​,não ser muito comum no IPEN", afirma Ricardo Leal Neto. Para ele, esse prêmio "representaria muita coisa​"​, a começar pelo reconhecimento.​"​E digo reconhecimento não apenas ao trabalho de um grupo (o GVCM), mas​,​sobretudo​,​ao trabalho do Dr. Fernando Bardella, cujo empenho e comprometimento foram decisivos para que o CrystalWalk ficasse tão bom quando ficou​", acrescentou​.​

Ricardo ​salienta que o prêmio representaria também uma oportunidade para expandir o grupo e suas pesquisas​,​ com a implantação de um Laboratório de Realidade Virtual​. "Para que alunos de graduação e pós-graduação p​ossam atuar de modo apropriad​o".

​"O ​destaque obtido com o prêmio propiciaria uma maior divulgação do CrystalWalk, essencial para a disseminação de seu uso, nosso maior desafio hoje​", finaliza​.

 

PROGRAMAÇÃO




Vencedores dasedições passadas:

2014 -"Desenvolvimento e instalação no IPEN-CNEN/SP de unidade reacional de hidrotratamento, em batelada, com micro-ondas para processamento de petróleos e suas frações” - Dra Sumair Gouveia de Araújo,do CQMA.

2015 -"Desenvolvimento de métodos ópticos de diagnóstico e terapia de lesões tumorais cutâneas” - Dra.Denise Maria Zezell, do Centro de Lasers e Aplicações (CLA)

-"Produção de tubetes biodegradáveis de germinação e plantio a partir de resíduos industriais e urbanos de fontes renováveis” - Dra. Patrícia Ponde, do CQMA.

2016 -"Curativos avançados de baixo custo e altamente absorventes,á base de hidrogel com nanopartículas de prata" -Dr.Ademar Benévolo Lugão, do CQMA

Eventos