Menu Principal
Portal do Governo Brasileiro
Logotipo do IPEN - Retornar à página principal

Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

Ciência e Tecnologia a serviço da vida

Portal > Institucional > Notícias > Em Foco

IPEN assina convênio de cooperação com Universidade do Tennessee para seu programa de Pós-Graduação

Com o objetivo de dar início ao projeto de internacionalização do seu Programa de Pós-Graduação em Tecnologia Nuclear, o IPEN vai receber, nesta quinta-feira, 1, às 12h, o diretor do Instituto para a Segurança Nuclear da Universidade do Tennessee (EUA), Howard L. Hall. Ele e sua comitiva serão recepcionados pelo superintendente José Carlos Bressiani e pelo diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Ensino (DPDE), Marcelo Linardi, para a assinatura de convênio de cooperação interinstitucional envolvendo as áreas de segurança nuclear, forense, radioquímica, reatores e combustíveis nucleares.

A iniciativa do IPEN tem duas finalidades básicas: maior inserção de pesquisadores e pesquisas do Instituto na comunidade acadêmica internacional e a modernização do programa atual, trazendo a possibilidade de oferecimento de novos cursos e novas formas de ensino. Com isso, atende-se também a uma demanda da Capes para que os programas de pós-graduação brasileiros tenham essa vertente.

"Esse vaso comunicante com o exterior é fundamental para o IPEN, além de seguir a política do Governo Federal de internacionalização do ensino como um todo, a exemplo do programa Ciência Sem Fronteira”, salientou o pesquisador Jorge Eduardo de Souza Sarkis, do Centro de Química e Meio Ambiente (CQMA/IPEN).

Juntamente com Adriana Venturine, do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT), Sarkis está coordenando o Programa de Internacionalização da DPDE para o Instituto. "O IPEN já tem muitas colaborações internacionais conduzidas pelos seus pesquisadores. Nosso objetivo, entretanto, consiste em institucionalizar essas colaborações abrindo oportunidades para que toda a comunidade conheça e, havendo interesse,  se beneficie das iniciativas já em progresso”, acrescentou Sarkis.

A pedido da DPDE, ele vem fazendo, desde o início deste ano, um levantamento de todas as colaborações já existentes nos diversos Centros da Instituição. "Entendemos que, unindo as diversas iniciativas em um só programa Institucional, tem-se um melhor ordenamento administrativo a essas ações, um aumento da visibilidade do programa do IPEN e um maior suporte na busca de recursos em agências de fomento”, salientou Sarkis.

Um exemplo para essa visibilidade, segundo ele, é justamente a cooperação com a Universidade do Tennessee, tradicional parceira do IPEN e referência nos Estados Unidos, na área de Segurança e Engenharia Nuclear, cujo programa acadêmico abre oportunidades para projetos envolvendo diferentes Centros do Instituto.

Para o diretor Marcelo Linardi, trata-se de mais uma ação importante da DPDE do IPEN no caminho da internacionalização do instituto, com uma instituição de excelência mundial. "Este convênio, em especial, toma outras dimensões por ser na área nuclear, de grande interesse acadêmico para o IPEN, frente aos grandes desafios futuros, como o RMB, a radiofarmácia etc.”, concluiu.

Programação

12h - Cerimônia de assinatura do convênio entre IPEN e Universidade do Tennessee
12h40 - Almoço
14h30 - Saída da comitiva norte-americana para o aeroporto

Eventos