Menu Principal
Portal do Governo Brasileiro
Logotipo do IPEN - Retornar à página principal

Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

Ciência e Tecnologia a serviço da vida

Portal > Institucional > Notícias > Em Foco

Realizada pela primeira vez no IPEN, Conferência de Fotônica supera expectativas de qualidade e participantes

Promovida pela Sociedade Brasileira de Fotônica nos dias 7, 8 e 9 de outubro, SBFoton reuniu número expressivo de participantes. IPEN fez ótima lição de casa, diz coordenador

Pela primeira vez, o IPEN realizou a SBFoton Conference, promovida pela Sociedade Brasileira de Ótica e Fotônica, sob o tema "Conectando Pessoas com Luz”. Pesquisadores, estudantes, empresários e profissionais que atuam em óptica, fotônica e áreas correlatas estiveram reunidos durante três dias, de 7 a 9, no campus do Instituto, na Cidade Universitária. Ao final da conferência, a sensação foi de "dever cumprido”.

"O IPEN fez uma ótima lição de casa. A disponibilização do auditório Rômulo Ribeiro Pieroni possibilitou que as sessões plenárias fossem assistidas por todos os participantes, e o uso do saguão do prédio do ensino e das salas de aula permitiu que ocorressem quatro sessões paralelas, englobando várias áreas de óptica e fotônica e um workshop de inovação, além de uma sessão de pôsteres”, comentou Ricardo Samad, coordenador do evento. 

Samad destacou ainda a contribuição do IPEN para o sucesso da SBFoton. "A disponibilização de vários funcionários levou ao sucesso da conferência. Foi fundamental a participação do pessoal do auditório, da equipe do ensino, do grupo de informática, da comunicação social, da equipe da garagem, da prefeitura do IPEN, do pessoal da limpeza, e a direção da casa, que permitiu que realizássemos o evento aqui com a ajuda de todos. Enfim, sem toda esta equipe que esteve sempre presente com vontade de ajudar, a conferência não teria tido o sucesso que alcançou”.

A SBFotom Conference é a reunião anual da Sociedade Brasileira de Ótica e Fotônica. A edição realizada no IPEN foi coordenada por Samad com o aopoio de Denise Maria Zezell, ambos pesquisadores do Centro de Lasers e Aplicações (CECLA). Sistemas de comunicação óptica, Redes Óticas, Lasers, Fotônica Integrada e Optoeletrônica, Materiais e Processos Óticos, Nanofotônica e Plasmônica, e Biofotônica foram alguns dos temas debatidos. Ainda não ficou definido onde será a próxima edição.

Durante a cerimônia, foram concedidas premiações aos cinco melhores trabalhos. Thiago Neves Machado ficou em primeiro, com o projeto: "Plasmonics and SERS activity: beyond gold and silver". Em segundo, André Garcia Primo ("Modelling bolometric backaction in cavity optomechanics"). O terceiro colocado foi Marco César Prado Soares ("Online Monitoring of Cell Growth on PDMS Reversible Microfluidic Bioreactor Integrated to Optical Fiber Sensor"). Melissa de Oliveira Santos ("All-optical Spectral Shuffling Applied to 16-QAM Signals") e Katia Cilene Ayako Inomata ("Effects of photo-dynamic therapy on materials used in hospitals") ficaram em quarto e quinto lugares, respectivamente.

Samad destacou a qualidade das palestras plenárias, nas quais cientistas brasileiros e estrangeiros de reconhecidas contribuições em suas áreas puderam trazer ao público seus resultados mais recentes em pesquisa e desenvolvimento nestes campos. "Também tivemos uma apresentação plenária feita por estudantes de vários Chapters brasileiros da OSA, SPIE e IPS”, acrescentou , referindo-se a The Optical Society, The International Society for Optics and Photonics e Innovative Photonic Solutions.

Samad explicou que os Chapters brasileiros são seções regionais apoiadas por essas sociedades para promover o engajamento dos estudantes com atividades de óptica e fotônica, oferecendo suporte a eventos organizados por esses estudantes, trazendo palestrantes e financiando a participação em eventos no exterior, realizando cursos etc..

Esta segunda edição registrou 134 participantes, um crescimento "bastante significativo”, superior a 20% em relação ao ano anterior, realizado em Campinas (SP). "Tivemos mais participantes e a inclusão de uma sessão de pôsteres e de um workshop de inovação. Recebemos suporte financeiro da FAPESP e da CAPES para trazer palestrantes brasileiros e estrangeiros de destaque em suas áreas e para a logística do evento, além do apoio da IPS e da IEEE [International Photonics Society]”, disse Samad, acrescentando que, além de financiar os prêmios para as melhores apresentações de alunos, a IEEE publicará os anais do evento em sua plataforma online, que é indexada no Web of Science e no Scopus.

Confirma a Galeria de Imagens

----

Rafaelle Pereira, estagiária
Com supervisão da Assessoria de Comunicação

Eventos