Menu Principal
Portal do Governo Brasileiro
Logotipo do IPEN - Retornar à página principal

Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

Ciência e Tecnologia a serviço da vida

 
Portal > Ensino > Pós-Graduação Stricto Sensu - Mestrado Profissional de Tecnologia das Radiações na Saúde > Docentes

Anderson Zanardi de Freitas, Prof. Dr.

Graduação em Física pela Universidade de São Paulo (1990); Mestrado em Ciências pela Universidade de São Paulo (1997); e Doutorado em Ciências pela Universidade de São Paulo (2007).

Currículo Lattes


Projetos e Linhas de Pesquisa


Projeto de Pesquisa:
Desenvolvimento da técnica de tomografia óptica e suas aplicações.

Linha de Pesquisa:
Biofotônica: diagnóstico e terapia.

Responsável? Sim.

Descrição:
Desenvolvimento de modelos matemáticos semi-empíricos para caracterização de tecidos biológicos quanto à suas propriedades ópticas, visando o desenvolvimento de métodos de diagnósticos, abordando processamento de sinais, imagens e "speckle".


Projeto de Pesquisa:
Circuitos Microfluídicos.

Linha de Pesquisa:
Biofotônica: diagnóstico e terapia.

Responsável? Sim.

Descrição:
Processamento de sinais e imagens em circuitos microfluídicos com objetivo de realizar diagnóstico com testes tipo ELISA. Desenvolvimento de soluções moveis para diagnóstico a distancia utilizando circuitos microfluídicos.


Projeto de Pesquisa:
Tomografia por Coerência Óptica.

Linha de Pesquisa:
Biofotônica: diagnóstico e terapia.

Responsável? Sim.

Descrição:
Desenvolvimento da técnica de tomografia óptica e suas aplicações. Desenvolvimento de modelos matemáticos semi-empíricos para caracterização de tecidos biológicos quanto à suas propriedades ópticas, visando o desenvolvimento de métodos de diagnósticos, abordando processamento de sinais, imagens e "speckle". As aplicações envolvem as áreas de odontologia, dermatologia, materiais entre outros.


Projeto de Pesquisa:
Desenvolvimento de modelo animal de radionecrose por meio de sementes de Iodo-125.

Linha de Pesquisa:
Radioterapia.

Responsável? Não.

Descrição:
Modelos animais formando necroses e radiodermites induzidas por sementes de iodo-125.


Projeto de Pesquisa:
Desenvolvimento de métodos ópticos de diagnóstico e terapia de lesões tumorais cutâneas.

Linha de Pesquisa:
Biofotônica: diagnóstico e terapia.

Responsável? Não.

Descrição:
Desenvolver nova metodologia de diagnóstico óptico de tumor de pele por espectroscopia vibracional e nova formulação farmacêutica de um agente fotossensibilizador para tratamento, com maior eficácia devido à maior penetração dos componentes ativos que outras formulações disponíveis comercialmente ou cientificamente. O Instituto Nacional do Câncer (INCA) estimou a ocorrência de 728.580 novos casos de câncer para o ano de 2014, dos quais aproximadamente 30% correspondem aos tumores de pele do tipo não-melanoma (CPNM), sendo o carcinoma espinocelular (CEC) a forma mais agressiva devido a seu padrão de crescimento invasivo e possivelmente metastático. Na prática clínica o diagnóstico de CEC é inicialmente feito por um médico que determina visualmente se uma lesão cutânea apresenta características cancerosas, e caso considere necessário, extrai parte da lesão via biópsia para maior precisão diagnóstica via análise histopatológica. Contudo, tanto o exame clínico quanto a avaliação histopatológica são subjetivos e dependem da experiência do médico e patologista envolvidos no procedimento. Desenvolvemos uma nova metodologia de diagnóstico que utiliza material colhido por biópsia para análise convencional (histopatológica). Atualmente, um corte adicional de 5 μm de tecido do mesmo bloco é montado em lamina especial para espectroscopia no infravermelho e após análise estatística multivariada dos espectros, é possível de separa-los em tecido normal e tecido tumoral. Estes dados provêm informações bioquímicas, úteis ao patologista para diagnóstico final. Após a finalização deste projeto, o espectro poderá ser coletado via fibra óptica de forma não-invasiva. A terapia fotodinâmica (PDT - photodynamic therapy, do inglês) é um método de tratamento de tumores e neoplasias. A eficiência da terapia no tratamento de uma variedade de alterações cutâneas e de distintos tipos de tumores no esôfago, próstata, pele, na face, cavidade oral e cérebro já foi comprovada em animais e pacientes humanos, com resultados promissores. A PDT utiliza a interação entre um agente fotossensibilizador, que se acumula preferencialmente nas células tumorais, a luz com comprimento de onda compatível com o espectro de absorção do fotossensibilizador, e o oxigênio molecular. Após algum tempo, a iluminação da lesão com luz visível leva à geração de espécies citotóxicas (espécies reativas do oxigênio) e, consequentemente, à morte celular e destruição tecidual. O objetivo da PDT é a destruição seletiva das células-alvo anormais, através de sua fotossensibilização pela administração de moléculas fotossensibilizadoras exógenas, precursores como o ácido 5- aminolevulínico (ALA) ou seus derivados, na aplicação tópica. A efetividade da PDT depende do fotossensibilizador utilizado, sua penetração preferencial no tecido tumoral e um tempo de clearance maior nesse tecido. A formulação da pomada fotossensibilizadora é então essencial para a otimização do tratamento por terapia fotodinâmica. Desenvolvemos uma nova composição farmacêutica fotossensibilizadora a base de MEALA (éster metil do ácido aminolevulínico) e outra a base de ALA (ácido aminolevulínico) como agente precursor de fotossensibilizador. Descreveremos um método que utiliza essa composição farmacêutica para o tratamento de lesões tumorais e outras dermatoses em mamíferos através da terapia fotodinâmica.


Projeto de Pesquisa:
Ensaios clínicos e pré-clínicos para estudo de processos terapêuticos não térmicos da luz.

Linha de Pesquisa:
Biofotônica: diagnóstico e terapia.

Responsável? Não.

Descrição:
Este projeto prevê o desenvolvimento de ensaios in vitro e em modelo animal para estudo da fotobiomodulação em células e processos tumorais e nos efeitos colaterais da radioterapia além do estudo da atividade fotodinâmica antimicrobiana em bactérias, fungos e parasitas. A associação de materiais nanoestruturados para otimização destas terapias será investigada.

Ensaio clínico para estudo da fotobiomodulação e terapia fotodinâmica em úlceras crônicas também está previsto.

Eventos